sexta-feira, 10 de julho de 2015

Cuidado com a Rotina


No amor, inovar é preciso.
Quando tudo fica sem graça,
A chama logo se apaga.
O coração é o palco do amor,
Se não há plateia...

Ai, ai... O amor emudece,
Esmaece como rosa despetalada.
A rotina é como neve,
Embaça o coração,
E tudo se enregela.

Há que se crer em amor verdadeiro.
Mas, cuide bem do seu bem.
A sedução anda solta,
Como criança travessa,
E pode atrair o seu amor.

dinapoetisadapaz

2 comentários:

  1. A rotina, o vilão da depressão, o ladrão da harmonia e o algoz da quebra dos laços afetivos entre as pessoas. Maravilhoso poema. Parabéns querida.

    ResponderExcluir
  2. É vero Edith! Toda atenção é pouca para não deixar contaminar-se,.
    Obrigada por comentar amiga.

    BJs!

    ResponderExcluir